Monthly Archives: fev 2018

O Signo De Aquário É Mesmo Rebelde?

Uma das coisas que tenho dificuldade em lidar é com os textos prontos sobre posicionamentos astrológicos que encontramos nas livrarias e internet.

É claro que estes foram os meus materiais de estudo no início, como para a grande maioria dos estudantes, pela abundância de livros neste esquema, que encontramos nas livrarias. Mas, sempre acreditei que a falta de capacidade crítica prejudica a análise do mapa, já que somos muito diferentes individualmente, mas os textos modernos não, no colocam em caixinhas.

Um dos problemas que eu tinha, e vejo muitos estudantes também terem, é uma grande dificuldade de entender como o Sol no signo de Aquário era visto como progressista, rebelde, inventivo, e súbito, sendo Aquário um signo fixo. A associação do regente moderno Urano ao contexto do signo, cria uma mistura pronta, tipo bolo de caixinha… Pega algumas características do regente, acrescenta algumas do Sol no signo e voilá, temos uma visão de um aquariano.

E aí está um grande erro. Porque o Sol não diz respeito à personalidade. Neste sentido o ascendente tem muito mais relação à maneira como a pessoa compõe sua personalidade do que o Sol.

Então comecei a estudar Astrologia Clássica e comecei a entender como se compõe a visão planeta – signo.

O primeiro passo é compreender as características do signo, que os livros antigos nos dão em classificações do tipo (metais, órgãos, construções, locais, aparência, etc), e depois compreender as características do planeta a analisar. Aqui sim, temos que criticamente analisar, e conciliar com o tema em questão. Podemos dizer com toda certeza que a Astrologia Clássica nos estimula ao senso crítico e desenvolve nossa capacidade analítica.

Voltando ao Aquário, regido classicamente por Saturno, temos as seguintes associações: signo de ar – quente e úmido, portanto intelectual, masculino – diurno, humano – voltado às relações, vocal, principal domicílio de Saturno, fixo. Quando analisamos um planeta neste signo devemos ter em mente estas considerações, e chegamos a entender que Aquário não pode ser um signo de mudanças bruscas justamente pelo modo de ação fixo, e pela regência de Saturno, que traz estrutura.

Poderíamos concluir de maneira muito simples, que Aquário se refere a um signo de fala, voltado à mente e ideias, à manutenção de pontos de vista, e pensamentos, teimoso, mais progressista de Capricórnio, o outro domicílio de Saturno, porque é masculino, diurno, mas não rebelde. E por aí vai..

O que caracteriza uma pessoa como mais ou menos rebelde, são as considerações sobre o ascendente e Marte, porque Marte rege a ação, não o Sol.